Terça-feira, 31 de Maio de 2022

O Decálogo IX - O Papiro de Kôm-Ombo - Frank Giroud e Michel Faure; O Decálogo X - A Última Surata - Franz e Frank Giroud

O Decálogo IX - O Papiro de Kôm-Ombo

de Frank Giroud e Michel Faure 

Sinopse- 1978. Enquanto os sábios e os artistas que acompanharam Bonaparte até ao Nilo se interessavam apenas pelas pirâmides e pelos faraós, o capitão Eugène Nadal trava conhecimento com um homem para quem a história do Egipto não terminou na Antiguidade. Arqueólogo, linguista e pintor de talento, Fernand Desnouettes apaixona-se pelo mundo muçulmano cujas lendas e tradições conhece profundamente. Uma delas, sobretudo, fascina-o, pois refere-se ao labirinto de Thot, um misterioso santuário perdido nas areias de Kôm- -Ombo, onde, pela morte do profeta, se teriam refugiado os seguidores de um estranho culto oriundo do Islão. Incumbido, juntamente com os seus Hussardos, de escoltar o sábio até essas míticas paragens, Eugène terá de fazer frente ao deserto, aos mamelucos e a outros obstáculos. Mas estes nada são, comparados com o que aguarda os sobreviventes no coração do santuário…

O Decálogo X - A Última Surata

de Franz e Frank Giroud 

Sinopse- 652. As conquistas árabes reuniram sob o mesmo estandarte povos tão distintos como os egípcios, os persas, os sírios, os libaneses ou os afegãos. Único elo deste vasto conjunto: a religião. Uma religião que o profeta Maomé transmitiu essencialmente pela palavra, motivo por que, vinte anos após a sua morte, as divergências florescem, ameaçando a coesão do império e a própria credibilidade do Islão. Para obviar esse perigo, o califa Uthmân encarregou alguns fiéis de recolher os testemunhos mais credíveis para posteriormente os inserir numa versão única e definitiva do Corão. Tayeb Abou Tayeb é um desses compiladores e pensa ter levado a sua tarefa a bom termo até ao dia em que encontra Mahdjubah, que lhe vai revelar a existência de uma nova surata…

(imagens e textos bertrand.pt)

------------------------------

Uma coleção excecional! 

 

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 10:41

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Maio de 2022

O Decálogo VII - Os Conjurados - Paul Gillon e Frank Giroud; O Decálogo VIII - Nahik - Lucien Rollin e Frank Giroud

O Decálogo VII - Os Conjurados

de Paul Gillon e Frank Giroud 

Sinopse- 1822. Numa França mal conduzida pelos seus governantes, o romantismo emergente transtornava muita gente. Nomeadamente Hortense Fleury que, no calor de um tumulto, se apaixona pelo charmoso Tenente Vitrac com quem parece partilhar não só os seus sentimentos como a simpatia pela Carbonária - sociedade secreta que tem como objectivo derrubar a monarquia.
Mas um obstáculo interpõe-se a esta mútua atracção: um filho que ela não quer magoar e um marido doente por quem tem um respeito quase religioso.
Iludindo os seus próprios sentimentos, Hortense decide canalizar o fervor desta paixão para a defesa da causa carbonária, à qual se dedica de corpo e alma. E é tanto para defender esta causa como para esquecer o belo oficial que ela propõe a edição de uma obra fora do comum, destinada a perdurar como um marco na história da edição: Nahik.

O Decálogo VIII - Nahik

de Lucien Rollin e Frank Giroud 

Sinopse- 1813. Alexandre e Ninon regressam a França, após a derrota do exército imperial. Refugiam-se em casa de Hector, irmão de Ninon e romancista famoso, que vive numa estranha mansão onde cada recanto transpira angústia e mistério. Mas o mal-estar que se vive durante o dia em nada se compara ao terror que se instala a cada pôr-do-sol, quando ressoam pela casa os gritos agonizantes do ex-capitão Nadal, irmão de Hector e Ninon que, devido à sua demência, fora encarcerado num torreão isolado. Todas as noites, o seu repouso é perturbado por uma hedionda criatura, um ser maléfico, surgido de um crime do passado e da sua imaginação delirante. Um ser abominável e poderoso, um monstro temível a que chama… Nahik.

Nahik "Este oitavo tomo é, na realidade, o ponto de partida de toda a saga. Pensado enquanto volume único num primeiro instante (one-shot, na gíria do ofício), só bem mais tarde engendraria as diversas variações que hoje constituem O Decálogo. Na origem desta narrativa está o desejo expresso do meu amigo Fabien Lacaf de congeminar uma história em torno de uma faceta desconhecida da vida de Hugo. Por diversas razões editoriais, o projecto viria a verificar-se um malogro, mas conservei preciosamente esses trabalhos que, alguns anos volvidos, dariam origem a Nahik. De algum modo, Fabien está, assim, na génese do projecto… O que aqui, agora, lhe agradeço!".

(imagens e textos de bertrand.pt)

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 17:28

link do post | comentar | favorito
Domingo, 29 de Maio de 2022

Pequenos ambientalistas - Dia Mundial da Terra

Mensagens realizadas pelos meus pequenos ambientalistas/cidadãos conscientes dos problemas ambientais do nosso Planeta no Dia Mundial da Terra...

publicado por Adelaide Pereira às 10:15

link do post | comentar | favorito

O Decálogo V - A Vingança - Bruno Rocco e Frank Giroud; O Decálogo VI - A Troca - de Mounier e Frank Giroud

O ciclo Decálogo, revelado em português por Edições ASA, é composto por dez álbuns, de leitura autónoma mas perfazendo um todo coerente. Cada um dos livros, sempre assinado por um desenhador diferente, propõe-se narrar, em abordagens cenográficas e temporais distintas, a demanda mística e arriscada da mesma obra imaginária - Nahik -, testemunho que assegura a transição entre episódios e fulgurante pretexto para Giroud dar conta, com todo um mundo de aventuras por pano de fundo, de todas as paixões que movem o homem desde a noite dos tempos bem como das angústias que o tolhem face ao Além e às suas relações com o Divino.
Os dez opus independentes - tantos quantos os mandamentos a que se reportam - têm por traço comum, para além da proficiência narrativa e da retórica de thriller e suspense que lhes está subjacente, o apelo singular da ilustração e, no cerne do argumento, um paradoxo irresolúvel: se Nahik comporta os mandamentos essenciais, fundamentos da paz, do amor e da humanidade, porque semeia em seu redor a destruição? É afinal Nahik um manuscrito sagrado ou um escrito maldito? Um tesouro bibliográfico, um instrumento político ou, sendo tudo isto em simultâneo, uma mera ponte entre dois seres com o devir do mundo por décor?

O Decálogo V - A Vingança

de Bruno Rocco e Frank Giroud 

Sinopse- Berlim, 1922. Sete anos após o genocídio que custou a vida à maior parte dos seus, os arménios pertencentes ao "Serviço da Dívida" continuam a perseguir os seus algozes turcos. Estes últimos, desconfiados e bem protegidos, refugiam-se em diversas capitais europeias, e tornam-se, a cada dia, mais dificilmente localizáveis. Para descobrir o paradeiro de Selim Gunneï, criminoso e bibliófilo compulsivo, a jovem Missak Zakarian conta com dois trunfos de peso: Ayla, filha do homem que persegue, e Nahik, um livro raro por cuja posse o turco está disposto a arriscar a vida.

O Decálogo VI - A Troca

de Mounier e Frank Giroud 

Sinopse- Nova Iorque, 1902. Alice Fleury festeja os seus vinte anos. Uma residência opulenta, trajes de luxo, criados, aulas particulares… e incessantes querelas com os pais. Alice tem em mente um outro conceito de felicidade e, à companhia dos seus, preferia a Meg, sua antiga professora de desenho. Uma artista plena de vida que lhe desvendou outros horizontes… antes de soçobrar, por sua vez, numa inexplicável melancolia. Um dia, quando, na companhia de Meg, mergulha no desordenado acervo de um alfarrabista, Alice depara com Nahik, um soberbo livro antigo cujas ilustrações estranhamente lhe recordam a velha gravura que ornamenta o salão da sua casa.

(imagens e textos bertrand.pt)

 

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 09:45

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Maio de 2022

O Decálogo III - O Meteoro- J.F Charles e Frank Giroud ; O Decálogo IV - O Juramento - Tomaz Lavric e FrankGiroud

O Decálogo III - O Meteoro

de J.F Charles e Frank Giroud

Sinopse- Natal de 1958. Apesar da neve e do frio, Shelley McGuire não cabe em si de contente: em breve vai ter nas mãos o mítico Nahik! Esta obra, que muitos consideravam perdida e que comporta elementos essenciais às suas pesquisas sobre o Islão, estaria agora no Meteoro de Hagios Manolis, um desses famosos mosteiros gregos que se situam no cume de picos quase inacessíveis. Seis homens acompanham Shelley. Seis homens dos quais ele nada sabe, seis homens que, por diferentes razões, aspiram à posse do mesmo livro. Mas, algures na região vagueia um astuto psicopata que, desfigura as suas vítimas antes de assumir a sua identidade uma estranha personagem que, também ela, não é alheia ao Nahik...

 

O Decálogo IV - O Juramento

de Tomaz Lavric e FrankGiroud 

Sinopse- Roma, 1946. Na debandada gigantesca que se seguiu ao pós-guerra, o padre Davor Stimac tenta salvar Vilko Topic, um amigo de infância condenado à morte pelos vencedores. Embora seja uma tarefa difícil, o seu estatuto de eclesiástico permite-lhe recorrer à rede Ratline, criada pelo Vaticano para extraditar certos criminosos de guerra. À guisa de agradecimento, Vilko oferece-lhe o único bem que lhe resta, um livro de título bizarro e conteúdo desconcertante: Nahik. Enquanto tenta ludibriar os Aliados, Davor reencontra Milena, a mulher por quem nutriu uma fervorosa paixão antes de se tornar padre. Milena persegue Vilko por um crime, cuja verdadeira natureza o sacerdote desconhece... da mesma forma que desconhece até que ponto o destino da jovem sérvia se confunde com o de Nahik.

(textos de bertrand.pt)

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 10:03

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Maio de 2022

O Decálogo I - O Manuscrito - Joseph Béhé e Frank Giroud ; O Decalogo II - A Fatwa - Giulio De Vita e Frank Giroud

O Decálogo I: O Manuscrito

de Joseph Béhé e Frank Giroud 

 

Resumo- Glasgow, nos dias de hoje ... um misterioso manuscrito aparece em cima da secretária de Simon Broemecke, um jovem director editorial, ele próprio ansioso pela glória literária. Desenterrado do passado, este documento vai mexer com vários destinos, entre os quais, o de Simon e o de Gwen, a mulher que o abandonou e a quem continua a devotar o mais louco amor. E esse manuscrito tem um nome: Nahik.

Um tomo tão sedutor quanto misterioso - Nahik - suposto guardião das últimas vontades do profeta Maomé e capaz só por si de pôr em causa as crenças e os destinos de todos quantos se arrisquem na sua leitura, revolucionando de passagem os fundamentos da nossa civilização, é o ponto de partida para O Decálogo, série histórica, mística e policial orquestrada com mestria, desde Janeiro de 2001, por Frank Giroud - argumentista veterano, co-autor, entre outras séries, de Luís Má Sorte, Les Oubliés d'Annam ou Azrayen - de conluio com dez ilustradores de valia reconhecida, entre os quais Béhé, J.-F. Charles, Faure, Franz ou TBC.
O ciclo agora revelado em português com os tomos de estreia O Manuscrito e A Fatwa será composto por dez álbuns, de leitura autónoma mas perfazendo um todo coerente. Cada um dos livros, sempre assinado por um desenhador diferente, propõe-se narrar, em abordagens cenográficas e temporais distintas, a demanda mística e arriscada da mesma obra imaginária - Nahik - testemunho que assegura a transição entre episódios e fulgurante pretexto para Giroud dar conta, com todo um mundo de aventuras por pano de fundo, de todas as paixões que movem o homem desde a noite dos tempos bem como das angústias que o tolhem face ao Além e às suas relações com o Divino.
Os dez opus independentes - tantos quantos os mandamentos a que se reportam - têm por traço comum, para além da proficiência narrativa e da retórica de thriller e suspense que lhes está subjacente, o apelo singular da ilustração e, no cerne do argumento, um paradoxo irresolúvel: se Nahik comporta os mandamentos essenciais, fundamentos da paz, do amor e da humanidade, porque semeia em seu redor a destruição? É afinal Nahik um manuscrito sagrado ou um escrito maldito? Um tesouro bibliográfico, um instrumento político ou, sendo tudo isto em simultâneo, uma mera ponte entre dois seres com o devir do mundo por décor?

O Decalogo II: A Fatwa

de Giulio De Vita e Frank Giroud 

Resumo- Merwan e Aline amam-se. Ela é dançarina, adora a vida, a festa, as viagens. Ele é muçulmano e milita desde há algum tempo num movimento integrista. A ruptura sobrevém na Gare de L’Est. Quando o jovem árabe, humilhado, destroçado, impotente, vê a sua amiga subir a bordo do mítico Expresso do Oriente, julga reconhecer entre os passageiros o escritor Halid Riza, sobre quem impende uma fatwa irrevogável. Instintivamente, Merwan lança-se de um salto para o comboio, desconhecendo que na bagagem do romancista se encontra um livro terrível e enigmático que em breve se aprestará a mudar o seu destino.

(textos de bertrand.pt)

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 14:11

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Dia Mundial da Tartaruga - 23 de maio

 

O Dia Mundial da Tartaruga festeja-se todos os anos a 23 de maio.

O Dia Mundial da Tartaruga foi criado pela American Tortoise Rescue, uma organização sem fins lucrativos fundada em 1980 na Califórnia, Estados Unidos. Desde a sua fundação, a organização luta em prol da preservação desses animais.

Celebrada pela primeira vez em 23 de maio de 2000, a iniciativa espalhou-se por todo o mundo, entre os grupos e ONG’s de proteção ambiental.

O propósito do Dia Mundial da Tartaruga é chamar a atenção para o perigo de extinção das tartarugas e cágados de todo o mundo e aumentar o conhecimento da população sobre estes animais.

A tartaruga é um réptil que possui uma concha característica nas suas costelas, utilizada como proteção. Este animal gentil existe há 200 milhões de anos, sendo uma das criaturas mais antigas do mundo. Contudo, ele encontra-se em risco, dada a destruição do seu habitat natural, o cruel comércio animal e a indústria da comida exótica.

Além dessa data, há também o Dia Mundial da Tartaruga Marinha, celebrado em 16 de junho. Da mesma forma, a data promove o conhecimento sobre esses animais além de alertar para sua preservação.

 

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 19:47

link do post | comentar | favorito

Dia Internacional da Biodiversidade – 22 de maio

 

No dia 22 de maio comemora-se o Dia Internacional da Biodiversidade, criado pela ONU no final de 1993. A data comemora a adoção do texto da Convenção sobre Diversidade Biológica.

A biodiversidade inclui não apenas espécies que consideramos raras, ameaçadas ou quase extintas, mas também todos os seres vivos – desde seres humanos a organismos de que pouco sabemos, como micróbios, fungos e invertebrados.

Cada uma dessas espécies e organismos trabalha em conjunto nos ecossistemas, como uma rede complexa, para manter o equilíbrio e sustentar a vida.

A biodiversidade apoia tudo o que precisamos para sobreviver na natureza: comida, água potável, remédios e abrigo.

Porém, à medida que os humanos pressionam cada vez mais o planeta, usando e consumindo mais recursos do que nunca, corremos o risco de perturbar o equilíbrio dos ecossistemas e perder a biodiversidade.

As atividades humanas mudaram significativamente três quartos da superfície terrestre e dois terços da área oceânica. Somente entre 2010 e 2015, 32 milhões de hectares de floresta desapareceram; e nos últimos 150 anos, a cobertura de recife de coral vivo foi reduzida pela metade. O gelo glacial está a derreter a taxas surpreendentes enquanto a acidificação do oceano cresce, ameaçando a produtividade do oceano. As espécies selvagens estão a desaparecer dezenas a centenas de vezes mais rápido agora do que nos últimos 10 milhões de anos; e nos próximos 10 anos, uma em cada quatro espécies conhecidas poderá ter sido varrida do planeta.

A reversão da perda de biodiversidade é a única maneira de restaurar e sustentar um planeta saudável. Isto só será possível quando entendermos a rede da vida em que vivemos e entendermos que ela funciona como um sistema inteiro.

(adaptado de https://greensavers.sapo.pt)  

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 19:44

link do post | comentar | favorito

Dia Mundial das Abelhas

No Dia Mundial das Abelhas relembramos as Metamorfoses nos insetos e o seu papel fundamental como agentes de polinização.
Para tal, usei o desenho de uma colmeia com abelhas e flores, de cujo néctar as abelhas se irão alimentar ao mesmo tempo que realizam a polinização. Ao abrir a colmeia, encontram-se representadas as metamorfoses da abelha.
Para cada uma das turmas pintei e afixei um destes desenhos na sala de aula!
 

E os meus pestinhas fizeram trabalhos muito interessantes...

 

publicado por Adelaide Pereira às 19:32

link do post | comentar | favorito

Marsupilami – Que Palhaçada é Esta? - DUGOMMIER E BATEM; Marsupilami: Um Filho de Ouro- BOURCQUARDEZ E OLIVIER SAIVE

Resumo- Marsupilami vive feliz na implacável floresta Palombiana, onde reina a lei do mais forte. Bring M. Backalive é o maior caçador dos cinco hemisférios e a sua grande ambição é capturar um marsupilami. Mas, só ao chegar à impenetrável floresta virgem percebe que ambiciona um feito quase impossível: é que Marsupilami promete não lhe facilitar a tarefa…
 

Resumo- Lady Oldskin, uma velha excêntrica muito rica, decide raptar o filho de um casal de arqueólogos que acredita ser a reencarnação de Hacekomack, o célebre deus do Rio Caldoverde. Segundo a lenda, o regresso de Hacekomack fará aparecer uma fonte com poderes mágicos que poderá restituir a Lady Oldskin a beleza e juventude eterna. Mas, para que a fonte apareça, o "eleito" terá de ser colocado no cimo de uma pirâmide perdida no coração da selva Palombiana. Para levar a cabo o seu propósito Lady Oldskin pede ajuda a Óscar Apato, falso feiticeiro e vigarista da pior espécie. Mas nem o falso feiticeiro nem a velha excêntrica sabiam que um grupo de estranhos seres, os marsupilamis, lhes iriam dificultar a vida protegendo e mimando o bebé.
 
(imagens e textos fnac.pt)
 
Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 15:00

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Maio de 2022

O guia dos quarentões em BD - desenhos: Tybo ; argumento: Goupil

O fim dos trinta, um drama?
Para que ter 40 anos e como evita-lo?
Ter 40 e inevitavel? Um beco sem saida? Definitivo? Para toda a vida?
Sera que quando formos quarentoes nos vao por de quarentena?
Sera que se pode parecer ter 20 aos 40?
Ser quarentao seduz ou cansa?
Sera que continuamos sexualmente activos?
Ainda se e quarentao aos 49 anos?

(imagem e texto de http://www.bibliofeira.com)

-----------------------

Cómico! 

 

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 16:21

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Maio de 2022

Robert Schumann Concerto para violino; Sinfonia nº 5 de Piotr Ilitch Tchaikovsky

Gulbenkian Música - Grande Auditório - 20 de maio 2022

 

Orquestra Gulbenkian
Lorenzo Viotti Maestro
Isabelle Faust Violino

Robert Schumann Concerto para violino em ré menor, WoO 23 1. In kräftigem, nicht zu schnellem Tempo 2. Langsam 3. Lebhaft, doch nicht schnell

-----

Sinfonia nº 5 de Piotr Ilitch Tchaikovsky , em Mi menor , op. 64 1. Andante – Allegro con anima – Molto più tranquillo 2. Andante cantabile, con alcuna licenza 3. Valse: Allegro moderato 4. Finale: Andante maestoso – Allegro vivace

-----

Celebrada como uma das mais brilhantes violinistas contemporâneas, Isabelle Faust é reconhecida entre seus pares pelo absoluto rigor que coloca na preparação de cada performance, realizando um estudo aprofundado do contexto histórico, o instrumento mais adequado para uma determinada peça e a informações disponíveis sobre os compositores e suas obras. A paixão que ela então acrescenta às notas é ampliada por esta cuidadosa reflexão prévia, levando-a a momentos excepcionais como a gravação do Concerto para Violino de Schumann.

-----

(imagens e textos de https://gulbenkian.pt)

--------------

Antes do espetáculo, na r Inês Thomas Almeida.

-----------

Excelente programa e excelentes interpretações por parte da Orquestra Gulbenkian e da violinista.

publicado por Adelaide Pereira às 15:48

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Dia Mundial das Abelhas - 20 de maio

O Dia Mundial das Abelhas foi estabelecido pela ONU durante a Assembleia Geral das Nações Unidas em dezembro de 2017 e é comemorado no dia 20 de mai. O dia escolhido foi uma homenagem ao esloveno Anton Janša, nascido em 1734 e considerado o pioneiro da apicultura moderna.

Segundo a ONU, a "data foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas para lembrar a importância da polinização para o desenvolvimento sustentável".

A vida das abelhas é crucial para o planeta e para o equilíbrio dos ecossistemas, já que, na busca do pólen, sua refeição, estes insetos polinizam plantações de frutas, legumes e grãos. Esta polinização é indispensável, pois é através dela que cerca de 80% das plantas se reproduzem. Como alertava Einstein “se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais, não haverá raça humana.”

Se quiseres saber mais sobre estes insetos indispensáveis à sobrevivência da vida na Terra lê o seguinte artigo:

https://visao.sapo.pt/visaojunior/animais/2021-05-20-dia-mundial-das-abelhas-de-assassinas-a-rainhas

Vamos todos proteger as abelhas!

(foto Victor Pereira)

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 13:53

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Maio de 2022

Dia Internacional do Fascínio das Plantas - 18 de maio.

O Dia Internacional do Fascínio das Plantas decorre anualmente a 18 de maio.

A data foi criada em 2012 pela EPSO - European Plant Science Organisation, para celebrar a vida misteriosa e fascinante das plantas. Da mais pequena semente nasce a maior árvore, que alimenta e abriga as mais variadas criaturas. Dada a dimensão dos milagres naturais que surgem na vida das plantas, não é de estranhar que se tenha criado um dia para celebrar estes acontecimentos.

O Dia do Fascínio das Plantas (Fascination of Plants Day) deseja fazer germinar o fascínio das plantas nas pessoas e chamar a atenção para a importância do estudo das plantas na conservação do meio ambiente e na melhoria da agricultura, assim como na produção sustentável de alimentos, sem esquecer a horticultura, silvicultura e produção de bens não-alimentares.

( texto de https://www.calendarr.com/portugal/dia-internacional-do-fascinio-das-plantas)

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 18:51

link do post | comentar | favorito

Dia Internacional da Reciclagem - 17 de maio

O Dia Internacional da Reciclagem foi instituído pela UNESCO  (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e comemora-se no dia 17 de Maio.

Todo o processo de produção, recolha, processamento e armazenamento do lixo resulta em problemas sociais, ambientais e económicos.

O objetivo desta data é consciencializar as pessoas sobre a importância de recolher, separar e destinar à reciclagem todos os materiais recicláveis, como embalagens plásticas e de metal, papel, cartão, vidro, óleos usados, pilhas, restos orgânicos, peças electrónicas, etc.

A reciclagem é uma das alternativas que podemos usar para ajudar a preservar e regenerar o meio ambiente.

Com pequenos gestos diários, tomamos consciência e pensamos no amanhã do nosso planeta!

Vamos todos colaborar!

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 18:50

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Bem vindos ao meu blog!!!

.pesquisar

 

.Dezembro 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Bom fim de semana!

. Os Meninos que Enganavam ...

. Edgar P. Jacobs - O Sonha...

. Marco Polo Vol 1 e 2 - Di...

. A Herança dos Templários ...

.arquivos

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.Tags

. todas as tags

.links

.Selinhos recebidos

.Velas acesas, uma por cada um dos membros da minha família, pela paz, e para que se acabem todos os tipos de maus tratos no Mundo!!

.As minhas afilhadas de blog: - Nélia - Arte das Manas / - Teresa - Artxike

blog da Nélia
blog da Teresa

.Leilão Forumeiros

Leilão Forumeiros
blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub