Terça-feira, 29 de Setembro de 2015

Os Muitos Nomes do Amor - Dorothy Koomson

 

Sinopse- Será possível termos um futuro sem conhecermos o nosso passado?
 Clemency Smittson foi adotada em bebé, e a única ligação à mãe biológica é um berço de cartão com borboletas pintadas à mão. Agora adulta, e em constante conflito com sentimentos de perda e rejeição, decide mudar drasticamente de vida e voltar a Brighton, a cidade onde nasceu.
 Mas Clem não sonha que é lá que vai encontrar alguém que sabe tudo sobre a sua caixa das borboletas e a verdadeira história dos seus pais biológicos.
 E quando percebe que nem tudo é o que parece, e que talvez tenha sido injusta com aqueles que mais a amam, haverá tempo para recuperar o que foi perdido?
 
  
Críticas de imprensa
“Com este livro, Dorothy Koomsom provou, mais uma vez, ser uma escritora de grande qualidade, capaz de abordar temas difíceis com a sensibilidade e seriedade necessárias, conjugando-os consistentemente. Por isso, eu aconselho mais este romance de Dorothy Koomson, que permanece uma das minhas autoras preferidas!”
A Toca do Nunca


“Este é daqueles livros que assim que começamos a ler é quase impossível de parar. A história é mesmo muito interessante e aborda uma série de questões pertinentes, mas a forma como está escrito, a maneira como o enredo se desenvolve, é viciante. Prende o leitor e não o deixa fugir até chegar à última página!”
As Leituras da Fernanda


“(…)Dorothy Koomson escreve mais uma brilhante livro onde aborda questões como o racismo (como não podia deixar de ser), o abandono, a doença em fase terminal, a eutanásia, a traição, tudo questões que nos deixam a questionar sobre o sentido da vida.”
Marcador de Livros


“Uma história cheia de imaginação mas que bem podia ser real, que nos leva a mergulhar de imediato nas palavras da autora, escrita com uma mestria verdadeiramente invejável. Nota máxima pelas horas de leitura em que estive completamente submersa na trama.”
O tempo entre os meus livros
 
 
Dorothy Koomson

Apaixonada desde sempre pela palavra escrita, Dorothy Koomson escreveu o seu primeiro romance aos 13 anos. A filha da minha melhor amiga foi o seu primeiro livro editado em Portugal. A história comovente de duas amigas separadas pela mentira e unidas por uma criança encantou as leitoras portuguesas. Pedaços de ternura, Bons sonhos, meu amor, O amor está no ar e Um erro inocente, O outro amor da vida dela e A praia das pétalas de rosa foram igualmente bem-sucedidos, consagrando a autora como uma referência para as leitoras portuguesas.
 
  
(imagens e textos de Wook.pt)
 
Gostei muito
Um excelente romance de uma escritora fantástica! 
Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 01:20

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Setembro de 2015

21 setembro - Dia Internacional da Paz

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 19:54

link do post | comentar | favorito

Mocho e pulseiras

Mais uns trabalhinhos realizados durante as férias.

Um mocho em feltro, com cores base rosa e verde, encomenda de uma menina para o ATL que frequenta...

IMG_2995.JPG

Pulseiras de pérolas...

IMG_3173.JPG

IMG_3194.JPG

IMG_3213.JPG

publicado por Adelaide Pereira às 00:14

link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Setembro de 2015

Parabéns João!

Na sexta feira, dia 18 setembro, o meu Joãozito fez 7 anos!

Muitos legos como presentes de aniversário...

E os bolos das velinhas também tiveram que ter figuras Lego!

Parabéns João!

 

_MG_0381.JPG

20150918_213509_LLS.jpg

publicado por Adelaide Pereira às 23:55

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Setembro de 2015

Papoilas

Mais um trabalho realizado durante as férias...

Papoilas numa seara, bordadas a ponto cruz:

IMG_3281.JPG

 

publicado por Adelaide Pereira às 22:04

link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Setembro de 2015

11 de setembro - Feriado do Concelho da Amadora

 

Hoje, 11 de setembro, é o feriado do Concelho da Amadora!

A minha cidade!

 

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 00:01

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Setembro de 2015

Quinta da Regaleira - Sintra

Aproveitamos o feriado para uma visita à Quinta da Regaleira.

Local lindissimo, cuja visita guiada recomendo!

 

Quinta da Regaleira

O Palácio da Regaleira é o edifício principal e o nome mais comum do palácio da Quinta da Regaleira. Também é designado Palácio do Monteiro dos Milhões, denominação esta associada à alcunha do seu primeiro proprietário, António Augusto Carvalho Monteiro. O palácio está situado na encosta da serra e a escassa distância do Centro Histórico de Sintra estando classificado como Imóvel de Interesse Público desde 2002.

Carvalho Monteiro, pelo traço do arquitecto italiano Luigi Manini, dá à quinta de 4 hectares, o palácio, rodeado de luxuriantes jardins, lagos, grutas e construções enigmáticas, lugares estes que ocultam significados alquímicos, como os evocados pela Maçonaria, Templários e Rosa-cruz. Modela o espaço em traçados mistos, que evocam a arquitectura românica, gótica, renascentista e manuelina.

 

Localizada em pleno Centro Histórico de Sintra e bem perto do Palácio de Seteais, a quinta beneficia do micro-clima da serra de Sintra, que muito contribui para os luxuriantes jardins e os nevoeiros constantes que adensam a sua aura de mistério.

História

A história da Regaleira actual principia em 1892, ano em que a propriedade foi adquirida pelo Dr. António Augusto Carvalho Monteiro (1848-1920). A maior parte da construção actual da quinta teve início em 1904 e estava terminada em 1910, durante o período da monarquia.

A quinta foi vendida a Waldemar d'Orey em 1949 que realizou trabalhos profundos de restauro e recuperação da casa principal, dos jardins e do sistema de captação de água, tendo ficado na posse desta família durante quase 39 anos até que em 1988 a venderam à firma Shundo Sanko do grupo Aoki Corporation. Em 1997, a Câmara Municipal de Sintra adquire este valioso património, iniciando pouco depois um exaustivo trabalho de recuperação do património edificado e dos jardins. Actualmente, a Quinta da Regaleira está aberta ao público e é anfitriã de diversas actividades culturais.

A Quinta e pontos de interesse

Carvalho Monteiro tinha o desejo de construir um espaço grandioso, em que vivesse rodeado de todos os símbolos que espelhassem os seus interesses e ideologias. Conservador, monárquico e cristão gnóstico, Carvalho Monteiro quis ressuscitar o passado mais glorioso de Portugal, daí a predominância do estilo neomanuelino com a sua ligação aos descobrimentos. Esta evocação do passado passa também pela arte gótica e alguns elementos clássicos. A diversidade da quinta da Regaleira é enriquecida com simbolismo de temas esotéricos relacionados com a alquimia, Maçonaria, Templários e Rosa-cruz.

Bosque

O bosque ou mata que ocupa a maioria do espaço da Quinta, não está disposta ao acaso. Começando mais ordenada e cuidada na parte mais baixa da quinta, mas, sendo progressivamente mais selvagem até chegarmos ao topo. Este disposição reflecte a crença no primitivismo de Carvalho Monteiro.

Patamar dos Deuses

O Patamar dos Deuses é composto por 9 estátuas dos deuses greco-romanos. A mitologia clássica foi uma das inspirações de Carvalho Monteiro para os jardins da Regaleira.

Poço Iniciático

Uma galeria subterrânea com uma escadaria em espiral, sustentada por colunas esculpidas, por onde se desce até ao fundo do poço. A escadaria é constituída por nove patamares separados por lanços de 15 degraus cada um, invocando referências à Divina Comédia de Dante e que podem representar os 9 círculos do inferno, do paraíso, ou do purgatório. No fundo do poço está embutida em mármore, uma rosa dos ventos (estrela de oito pontas: 4 maiores ou cardeais, 4 menores ou colaterais) sobre uma cruz templária, que é o emblema heráldico de Carvalho Monteiro e, simultaneamente, indicativo da Ordem Rosa-cruz.

 

O poço diz-se iniciático porque se acredita que era usado em rituais de iniciação à maçonaria e a explicação do simbolismo dos mesmos nove patamares diz-se que poderá ser encontrada na obra Conceito Rosacruz do Cosmos.

A simbologia do local está relacionada com a crença que a terra é o útero materno de onde provém a vida, mas também a sepultura para onde voltará. Muitos ritos de iniciação aludem a aspectos do nascimento e morte ligados à terra, ou renascimento. A existência de 23 nichos localizados por debaixo dos degraus do poço iniciático representava um dos muitos mistérios da referida construção. 

O poço está ligado por várias galerias ou túneis a outros pontos da quinta, a Entrada dos Guardiães, o Lago da Cascata e o Poço Imperfeito.

Capela da Santíssima Trindade

Uma magnífica fachada que aposta no revivalismo gótico e manuelino. Nela estão representados Santa Teresa d'Ávila e Santo António.

 

A Torre da Regaleira

Foi construída para dar a quem a sobe a ilusão de se encontrar no eixo do mundo.

O Palácio

O edifício principal da quinta é marcado pela presença de uma torre octogonal. Toda a exuberante decoração esteve a cargo do escultor José da Fonseca.

(resumo adaptado de Wikipedia)

 

_MG_0364.JPG

_MG_0186.JPG

_MG_0204.JPG

_MG_0232.JPG

_MG_0241.JPG

_MG_0283.JPG

_MG_0291.JPG

_MG_0332.JPG

_MG_0363.JPG

 

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 23:26

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Setembro de 2015

Uma Fonte de Esperança - Irene Oliveira

Sinopse

A quem recorre quando algo na sua vida não está bem?
Quem é realmente a sua Fonte de Esperança?
O que significa esse e outros sentimentos, como o amor, num mundo em que o dinheiro, o poder e a fama ganham cada vez mais importância?
Antónia, uma mulher de 27 anos, que muito nova perdeu a mãe e nunca teve a oportunidade de conhecer o pai, coloca estas e outras questões ao mesmo tempo que descobre que ser feliz sempre estivera em segundo plano na sua vida. Quando se apercebe disso, Antónia demite-se do hospital onde trabalha e inicia uma nova vida, onde não só concretizará sonhos, como terá oportunidade de fazer amizades, apaixonar-se e quem sabe, encontrar o pai que nunca chegara a conhecer.
Uma Fonte de Esperança é um livro recheado de amor, que pretende repôr a esperança, que por vezes escasseia, num mundo melhor, em que possamos sorrir sem medos e amar sem limites.

(imagem e texto de chiadoeditora.pt)

 

Esta obra estava, desde a sua publcação, na minha lista de "livros a ler".

Primeiro porque a autora, a escritora açoreana Irene Oliveira, é prima da minha irmã.

Segundo, tinha curiosidade de ler um romance publicado por uma jovem de 15 anos.

Gostei!

A história é simples, baseada nas vivências de uma adolescente, bem elaborada, com descrições muito realistas e muito bem escrita, tendo como base a importância da amizade e do amor na construção da felicidade, e a ideia fundamental de que "A esperança é a última a morrer"!  

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 10:30

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Setembro de 2015

Pensamento

publicado por Adelaide Pereira às 23:20

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Setembro de 2015

Fim de férias!

Terminaram os dias de férias!

Está oficialmente iniciado o novo ano letivo!

Os meus pestinhas esperam por mim!

IMG_3126.JPG

Tags:
publicado por Adelaide Pereira às 21:50

link do post | comentar | favorito

Pulseiras

Algumas tardes de férias foram dedicadas à bijutaria.

As pulseiras feitas pela minha filhota Ana:

IMG_3133.JPG

IMG_3135.JPG

IMG_3148.JPG

IMG_3153.JPG

IMG_3159.JPG

IMG_3161.JPG

A pulseira feita meu sobrinho João:

260820151674.jpg

260820151678.jpg

E as pulseiras feitas pela minha irmã Zá:

IMG_3216.JPG

IMG_3257.JPG

 As minhas pulseiras irei mostrando a seu tempo pois a maioria já têm destinatário! 

publicado por Adelaide Pereira às 21:45

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2015

Puzzles

Quando os meus filhos eram crianças passei muitas horas a construir puzzles com eles.

Eram momentos maravilhosos que passavamos juntos, descontraidos, a fazer algo de que todos gostamos!

Nestas férias revivi esses momentos construindo dois puzzles com a Ana...

IMG_3118.JPG

IMG_3125.JPG

 

publicado por Adelaide Pereira às 15:58

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Bem vindos ao meu blog!!!

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Luz e Sombras - Anne Bish...

. Arte de Odeith em prédios...

. Polvinhos amigos - Projet...

. Os Pilares do Mundo - Ann...

. Os Trovante nas Festas da...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.Tags

. todas as tags

.links

.Visitas a partir de 28-Dezembro-2009

provided by Inteliture.com
Inteliture.com

.professora

.Selinhos recebidos

.Velas acesas, uma por cada um dos membros da minha família, pela paz, e para que se acabem todos os tipos de maus tratos no Mundo!!

.As minhas afilhadas de blog: - Nélia - Arte das Manas / - Teresa - Artxike

blog da Nélia
blog da Teresa

.Leilão Forumeiros

Leilão Forumeiros
blogs SAPO

.subscrever feeds